8. Capítulo 8 | No Te Pido Flores


BAIXE AGORA O ÁLBUM DE FIGURINHAS DA SÉRIE


FADE IN:

 

01 INT. CASA DE LUPITA, QUARTO - DIA.

 

SONOPLASTIA: The Lucky One - Au Revoir Simone

 

CAM AÉREA. Percorre os rostos de Esmeralda e Lupita, ambas deitadas na cama, abraçadas entre lençóis, resultado de uma tórrida noite de amor. Lupita se mexe, fazendo Esmeralda sorrir.

 

ESMERALDA
Hmm. Minha mãe deve
estar louca me procurando.

 

LUPITA
Quem liga?

 

ESMERALDA
É. Como se eu fosse
uma super celebridade.
(abre os olhos)

Ah, meu Deus. Eu sou.

 

Ambas se encaram. Lupita sorri, serena.

 

FADE OUT.

 

[ABERTURA]

No Te Pido Flores

FADE IN:

 

02 EXT. RUA - DIA.

 

Uma movimentação incomum numa barraca de revistas. Muitas pessoas eufóricas. Graziela surge em frente à câmera, observando tudo à sua volta. Ela caminha até onde estão as pessoas, às ultrapassando e agarrando o motivo da agitação.

 

GRAZIELA
O quê?

 

A capa da Revista Marca Virtual. Esmeralda aparece de topless, posando.

GRAZIELA
(sorrindo)
Eu não acredito nisso.

 

HOMEM
Ei, se quiser comprar
tem que esperar na fila!

 

GRAZIELA
É mesmo?

 

Graziela revira os olhos, põe a revista na bolsa e sai andando, acompanhada de várias vaias das pessoas do local. O Vendedor surge na porta da banca, agitado.

 

VENDEDOR
Ei, você tem que pagar
por isso aí!

 

Graziela apenas ergue seu dedo do meio sem sequer olhar para trás.

 

03 INT. CASA DE LUPE, SALA - DIA.

 

Lupe se encontra dormindo no sofá da sala. O silêncio é rompido por um alarme estridente, que o faz cair do sofá.

 

LUPE
Ay, carajo!

 

Lupe, com muito esforço, agarra seu celular e desliga seu celular, respirando fundo ao se recuperar do susto, mas logo tomando outro, quando olha em volta da sua casa. PLANO GERAL. Por todas as partes há flores, flores de todas as espécies e cores, nas janelas, pelo chão. Como se fosse um grande acumulador de flores. Lupe espirra.

 

LUPE
Mas que po…

 

Outro espirro.

 

04 INT. CARRO DE MARTIN - DIA.

 

Em Martin, com o carro no sinal, ele espera quando se remexe com a música I’m Gonna Be (500 Miles), dos The Proclaimers, que toca no rádio. A tela do seu celular acende. Martin sorri ao ler a mensagem de Lupe.

 

“você enlouqueceu? Ou só quer deixar milhões de beija-flores morrendo de fome?!”

 

"Precisamos conversar! Venha até a empresa”.

 

“eu vou se eu quiser!”

 

Martin sorri, divertindo-se. Logo a porta do seu carro é irrompida. Adentra Esmeralda, eufórica e assustada.

 

MARTIN
(assustado)
Ah, meu Deus! Eu
pensei que fosse…

 

ESMERALDA
(pondo o cinto)
Um assaltante?

 

MARTIN
Não! Lupe Gonzales.
O que é bem pior! Já
pensou se ele me encontra
no meio da rua sem segurança?
Em qual parte da cidade você

acha que ele espalharia meu
corpo?Com certeza no Palácio do
Planalto seria meu cérebro!

 

ESMERALDA
Foco, Martin, foco!

 

MARTIN
Espera aí!
Você está fugindo de quê?

 

De repente, o carro de Martin apenas é levemente jogado para os lados, enquanto uma enxurrada de fotógrafos colam seus rostos e câmeras no vidro do carro. Martin se apressa e pisa no acelerador, fazendo os fotógrafos se afastarem. O carro sai em disparada.

 

05 INT. CASA DE LUPITA, SALA - DIA.

 

Lupita arruma o sofá da sala às pressas.

 

LUPITA
Roberta, mais depressa!

Desse jeito eu vou me atrasar
para o restaurante! Melhor, não
entra, não! Eu pego sua mochila!

 

Lupita sai de cena um instante e volta logo depois com uma  mochila nas mãos, se apressando e saindo de casa.

 

06 EXT. CASA DE LUPITA - DIA.

 

Lupita acaba de trancar a porta e corre até Roberta, que está no portão, próximo a caixa de correio, lendo o remetente das cartas, intrigada. Lupita lhe entrega a mochila.

 

LUPITA
Aqui. Vamos!

 

ROBERTA
Olha, é para você.
Academia de Culinária da França.

LUPITA
(assustada)
Me dê isso!

 

ROBERTA
Eh, para que tanto
mistério, heim? Quase leva
a minha mão.

 

LUPITA

Você não está atrasada,
heim, pirralha?

 

ROBERTA
Quem estava atrasada era
você!

 

LUPITA
Nunca estou atrasada,
agora, circulando!

 

Roberta revira os olhos e sai andando. Lupita abre o envelope, trêmula. Ela lê rapidamente a carta.

 

LUPITA
Aprovada… Aprovada!
Ah, meu Deus! AH, MEU DEUS!

 

Lupita saltita na calçada, sorrindo, demasiadamente eufórica. Mas depois seu sorriso se vai.

 

LUPITA
(Preocupação
Ah, meu Deus…

07 EXT. MANSÃO - DIA.

 

Um jardim imenso e verde. Várias pessoas do Staff de Esmeralda transitando pelo local com equipamentos, papéis e água, pois o sol também se faz presente no local. Roxana e LINDA (30) conversam embaixo de uma tenda branca cheia de regalias.

 

ROXANA
(aflita)
Estou preocuopada com
Esmeralda. Não a vejo desde
ontem. Mas ela não faltaria a mais
um compromisso importante, não é?

 

LINDA
Eu acredito que não, Roxana.
Eu liguei para ela e da última
vez que ela me respondeu que estava
a caminho daqui.

 

 

 

ROXANA
Porque ela sempre te responde?
Ah, esquece! Você é assistente dela.
É paga para isso.

 

LINDA
Nós somos amigas, mas
do que isso. Esmeralda é
uma boa pessoa, ela só precisa
de um pouco mais de atenção…

 

ROXANA
Ah, mas do que ela
já tem? O Brasil inteiro
dá toda a sua atenção. Estou
cansada de sempre ser a vilã
da história.

 

LINDA
(incomodada)

Enfim, Roxana.
Eu enviei por e mail todo o
cronograma dos compromisso da
Esmeralda enquanto eu estiver
ausente no próximo mês.

 

ROXANA
Nossa, tinha me esquecido
da sua cirurgia no joelho!

 

LINDA
Não posso mais adiar.

 

ROXANA
Boa sorte e uma
pena a Esmeralda gostar
tanto de você. Seria um bom
pretexto pra te pôr no olho
da rua. 

 

Roxana sorri. Linda apenas mantém sua pose neutra. Um clima desconfortável se faz. CAM foca numa mulher com um chapéu de aba larga rosa extravagante. Revela Graziela, que levanta o rosto, mostrando que estava o tempo na cena, como uma figurante. Ela olha a tela do seu celular e respira fundo.

 

GRAZIELA
(alto)
Ah, meu Deus!

 

Roxana e Linda instantaneamente a olham.

 

ROXANA
O que foi, menina?

 

GRAZIELA
Ah… Acho que acabei de encontrar
a Esmeralda.

 

ROXANA
Deixe-me ver isso.

 

Roxana vê um vídeo de Esmeralda com Martin na entrada das empresas Bracamontes.

 

ROXANA
Linda, tome conta de tudo.
Eu vou buscar a estrela deste lugar!

 

Roxana se vai. Linda olha Graziela, que dá de ombros.

 

08 INT. EMPRESA BRACAMONTES, ESTACIONAMENTO - DIA.

 

SONOPLASTIA: Yo Soy El Aventurero - Pedro Fernandez. 

 

Em Martin e Esmeralda, correndo o estacionamento sendo seguidos por fotógrafos ensandecidos. Todo o lugar é tomado por flashes. MOVIMENTO. CAM ACOMPANHA.

 

MARTIN
Acho que vou desmaiar.
Esses caras não param nunca?

 

ESMERALDA
Ah, você tinha que ver na

minha festa de quinze anos!

 

Eles param em frente a um elevador. Esmeralda aperta loucamente o botão. 

MARTIN
Me senti o motorista da
Princesa Diana.

 

ESMERALDA
Você sabe que eles morrem, né?

 

MARTIN
Eu sei. Foi assustador.

 

Os fotógrafos os alcançam, logo o elevador abre. Os dois adentram. Foco nos fotógrafos e no rosto perplexo dos dois antes das portas se fecharem. SONOPLASTIA ACABA.

 

09 EXT. RUA - DIA.

 

Martin caminha silenciosamente por uma rua chique que fazia parte do conglomerado Bracamontes. Ele olha ansioso para a tela do seu celular, quando escuta um rápido coro Acapella, que cessa logo depois.

 

Ele anda mais um pouco e então escuta um estalar de dedos constantes, com uma sonoridade melodiosa de vozes juntas. Ele verifica se vem de seu celular e para um pouco de andar, identificando de onde vinha o som.

 

Então percebe que vem de trás dele. Um grupo de garçons e garçonetes, mais algumas pessoas que pareciam comuns até então, em poses estratégicas, soltando suas vozes para todos os lados.

 

Assim, surge um piano no meio da rua, sendo empurrando por um grupo de bailarinas, que começam a perfume quando os sanfoneiros e saxofonistas entram em cena.

 

SONOPLASTIA: Tu Falta de Querer - Mon Laferte.

 

GARÇOM
(Canta)
Hace un mes solía escucharte

Y ser tu cómplice…

 

GARÇONETE
(Canta)
Pensé que ya no había nadie más que tú

Yo fui tu amiga y fui tu compañera, ah, ah, ah!

 

Ambos rodeiam Lupe com suas vozes potentes e um verdadeiro show da broadway apaixonado.

 

GARÇOM
(Canta)
Ahora dormiré

Muy profundamente para olvidar.

 

GARÇONETE
(Canta)
Quisiera hasta la muerte, para no pensar

Me forro pa' quitarme esta amargura, ah, ah, ah!

 

LUPE
Será que dá pra…

 

GARÇOM
(Canta)

Ven y cuéntame la verdad

Ten piedad

Y dime por qué, no, no no, oh!

 

LUPE
Cantar mais baixo?

GARÇONETE
(Canta)
¿Cómo fue que me dejaste de amar?

Yo aún podía soportar

Tu tanta falta de querer!

 

LUPE
Eu já vi que não
vai rolar, né?

 

Entra um guitarrista, surgindo entre uma fumaça branca, num solo de guitarra potente, parando toda a rua de cabo a rabo. Em Lupe, boquiaberto.

 

GARÇONETE
(Canta)
Ven y cuéntame la verdad

Ten piedad

Y dime por qué, no, no no, oh!

 

GARÇOM
(Canta)

¿Cómo fue que me dejaste de amar?

Yo aún podía soportar

Tu tanta falta de querer!

 

A música para. Suspiros de todos. Logo tudo recomeça de uma só vez, só que com a presença da guitarra e do piano. Lupe reconhece.

 

SONOPLASTIA: Evidências - Chitãozinho e Xororó.

 

CORO MASCULINO
(Canta)
E nessa loucura de dizer que não te quero

Vou negando as aparências

Disfarçando as evidências

Mas pra que viver fingindo

Se eu não posso enganar meu coração?

Eu sei que te amo!

 

CORO FEMININO
(Canta)
Chega de mentiras

De negar o meu desejo

Eu te quero mais que tudo

Eu preciso do seu beijo

Eu entrego a minha vida

Pra você fazer o que quiser de mim

Só quero ouvir você dizer que sim!

 

Logo uma chuva de flores é jogada por uma criança vestida de anjo pendurada numa cadeira artesanal ligada a um varão de metal que a carrega de um lado para o outro por toda a rua.

 

 

CORO MASCULINO
(Canta)
Diz que é verdade, que tem saudade

Que ainda você pensa muito em mim!

 

CORO FEMININO
(Canta)
Diz que é verdade, que tem saudade

Que ainda você quer viver pra mim!

 

LUPE
(GRITA)
CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

 

Nesse momento, todos param de cantar, a guitarra perde o compasso e alguns dançarinos caem do alto de onde estavam sendo jogados.

 

LUPE
Argh!

 

Lupe sai pisando firme para longe dali, continuando seu caminho.

 

CORTA PARA:

 

10 INT. MANSÃO - DIA.

 

Linda sai dos corredores, analisando uma planilha com bastante atenção. CAM a acompanha. Ao chegar perto das escadas, de repente, uma mão enluvada a empurra, fazendo com que Linda despenque rolando os dois lances de escada, parando desmaiada no chão.

 

CAM. Foco em um salto agulha descendo as escadas. ÂNGULO BAIXO. CAM sobe até mostrar o rosto de Graziela, se rebelando por trás do grande chapéu.

 

GRAZIELA
Acho que você vai tirar sua
licença mais cedo, lindinha.

 

Graziela sorri. DESFOQUE. Para o rosto de Linda.

 

11 INT. EMPRESA BRACAMONTES, ELEVADOR - DIA.

 

Martin e Esmeralda se encontram exaustos, um em cada canto do elevador, olhando para o teto.

 

MARTIN
Ah, por favor, estamos
há uma hora dentro desse elevador!

 

ESMERALDA
Você acha que eles já foram embora?

 

MARTIN
Se não foram, vão, porque
eu vou sair na porrada com cada um

que me impedir de respirar decentemente!

 

Martin aperta o botão de destravar e o elevador volta a funcionar. Os dois respiram fundo, aguardando a porta se abrir. Quando a porta se abre, mais flashes invadem os dois e Martin estava pronto para realmente arrancar o pescoço de um, quando surge Roxana frente às câmeras, como uma apresentadora de um site de fofoca.

 

ROXANA
E aí estão os dois!

 

ESMERALDA
Mãe?

 

MARTIN
Bruxa velha? Mas o que
significa…

 

ROXANA
Em primeira mão.
Dêem os parabéns aos noivos!

 

Roxana sorri, dando margem para o burburinho que se faz. Em Esmeralda, arrasada, sendo bombardeada de perguntas sobre como seria seu casamento e qual a data.

 

CAM revela a imagem de Lupe por trás de um jornalista. Martin, confuso, o encontra, sendo impactado de todas as maneiras. Lupe o olha com alguma mágoa no olhar, depois desvia seu olhar para o chão, indo embora do edifício. Martin tenta ir atrás dele, mas a multidão de jornalistas o cerca. Roxana pisca para Esmeralda. Foco em ambos os rostos de Esmeralda e Martin, magoados e perplexos.

 

FADE OUT:

 

FIM DO EPISÓDIO.


Figurinha de hoje:  





No Te Pido Flores 

Temporada 1 | Capítulo 8

 

Criado e Escrito por:

Everton Brito

 

Produtora:

Everton Brito Produções

 

Elenco Principal:

Lupe – Ícaro Silva

Lupita – Aline Dias

Martin – Rômulo Estrela

Esmeralda – Pamela Tomé

 

Rajax © 2021


Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel