Relações Destrutivas- Capítulo 3.



Capítulo 3:
CENA 1: MANSÃO DOS DANTAS/ JARDIM/ INTERIOR/ MANHÃ/
Continuação imediata da cena final do capítulo anterior. Megan e Eduardo param de se beijar, ela sorri. Close em Patrícia na janela, incomodada com o beijo dos dois. Agora foca em Megan e Eduardo novamente.
Megan- Eu imaginei que o seu beijo seria bom, mas não tanto quanto foi. (T) Você de fato é um macho alfa.
Eduardo sorri.
Eduardo- Olha eu te peço pra não fazer isso nunca mais enquanto eu tiver aqui no trabalho, por favor.
Megan- Claro, eu não vou fazer. (T) E você, gostou do beijo?
Eduardo- Gostei sim, (T) você também é uma mulher muito atraente, e por isso queria te fazer um convite.
Megan (animada)- Que convite?
Eduardo- Quer sair comigo?
Fade-in: Mulher Mangaba (Instrumental)- Victor Pozas.
Megan (alegre)- SIM, CLARO QUE SIM... –Se recompondo- Quer dizer, é claro que eu quero, Eduardo!
Ela dá um abraço nele.
Eduardo- Pode ser hoje?
Megan (extasiado)- Pode ser hoje, pode ser amanhã, pode ser o dia que você quiser, Edu!
A câmera vai até a janela do quarto de Patrícia, que está intrigada com o que está acontecendo. Volta para Megan e Eduardo, que se olham sorrindo. Megan dá um “tchau” e manda um beijo para Eduardo, e sai, em direção a porta da mansão. Ele olha para a mulher, se divertindo.
Eduardo (sorridente)- É uma doidinha mesmo.  
Fade-out: Mulher Mangaba (Instrumental)- Victor Pozas.
CENA 2: MANSÃO DOS DANTAS/ QUARTO DE FABRÍCIO/ INTERIOR/ MANHÃ/
Fabrício está digitando em seu notebook, quando Patrícia adentra o quarto dele com uma feição meio triste.
Fabrício- (intrigado) Aconteceu alguma coisa, Pá?
Paty- Aconteceu.
Fabrício fecha o notebook e deixa-o de lado. Patrícia senta-se na cama dele. Ela olha pra trás, na direção da porta e depois encara Fabrício.
Paty- Eu vi a Megan e o Eduardo se beijando lá no jardim.
Fabrício- (sem entender) Tá, mas o que tem demais isso?
Paty- (revoltada) Como assim o que tem demais? A Megan é demais! Se jogando igual a uma lacraia pra cima dele. (T) Logo agora que eu... que eu achava que... – se interrompe.
Fabrício- Que você achava o quê, exatamente?
Patrícia fica calada. Fabrício então olha pra ela, abrindo um sorriso.
Fabrício- Agora entendi, sua safada. Tá afim do Eduardo, não é?
Paty- (disfarçando) O quê? Ficou maluco? (T) Não tem ninguém falando disso aqui. (T) Eu só acho que... é... é um absurdo! Um absurdo, a Megan dando em cima do empregado no seu horário de trabalho.
Fabrício- Ah, se for assim então a gente pode resolver isso muito facilmente. - se levanta e vai andando até a porta – É só a gente falar pra dona Dorotéia e ela resolve isso num minuto.
Paty- (levanta e para na frente dele) NÃO! VOCÊ NÃO TÁ NEM MALUCO EM FAZER UMA COISA DESSAS! Isso vai prejudicar muito o Eduardo, não quero que ele fique numa ruim por minha causa.
Fabrício – (rindo) Então está mesmo gostando dele!
Patrícia faz uma expressão de indignada, tentando disfarçar.
Paty- Não tô! Já disse que não tô afim de ninguém, caramba. Que coisa.
Ela sai do quarto.
Fabrício – (ri sozinho) A mim você não engana não, maninha. (T) Tá apaixonada sim.
Close nele.
CENA 3: MANSÃO DOS DANTAS/ QUARTO DE DOROTÉIA/ INTERIOR/ MANHÃ/
Dorotéia está sentada em sua cama, ela sorri olhando para as fotos que o fotógrafo tirou de Gabriel.
Dorotéia (triunfante)- Eu consegui. (T) Foi muito fácil pegar essa bichinha!
Ela fixa seus olhos em uma foto que Gabriel está com a arma na mão.
Fade-in: Tramóia (Instrumental)- Victor Pozas.
Dorotéia- Eu te avisei, Fabrício, (T) –diabólica- você não achou que esse seu namoro homossexual iria sair barato assim não, né?
Dorotéia ouve alguém bater na porta do quarto.
Dorotéia- Pode entrar.
Megan adentra o local, fechando a porta.
Megan- Mandou me chamar?
Dorotéia- Mandei sim, -bate a mão no colchão- senta aqui pra eu te mostrar uma coisa!
Megan senta.
Megan- Isso daí é...
Dorotéia (interrompe)- Sim, são as fotos. –Sorrindo- Nós conseguimos!
Megan e Dorotéia sorriem maleficamente.
Megan (alegre)- Ai eu tô tão feliz que tudo tá dando certo. (T) E quando vamos começar?
Dorotéia- Hoje mesmo. (T) –Fervorosa- Não vamos perder mais tempo.
As duas se abraçam, comemorando.
Fade-out: Tramóia (Instrumental)- Victor Pozas.
CENA 4: CASA DE MEGAN/ SALA/ INTERIOR/ MANHÃ/
Antônio prepara-se para ir trabalhar. Ele para e fica pensativo. Madá vem do quarto e flagra o pai naquela expressão, longe. Ela fica intrigada.
Madá- O que foi, pai? Não vai trabalhar?
Antônio- Hãn? - volta ao normal - Ah sim! Vou sim, filha! Por quê? Tá precisando de alguma coisa?
Madá- Eu é quem pergunto. O senhor tá tão pensativo.
Antônio- É... – olha pra baixo e em seguida, para Madá - Eu encontrei a Megan ontem de noite, enquanto estava trabalhando.
Madá surpresa.
Madá- Aquela vagabunda fez alguma coisa contra o senhor?
Antônio- Só me humilhou na frente dos outros, como sempre. E fingiu que não me conhecia. Nada de novo.
Madá põe as mãos na cabeça, anda de um lado pro outro.
Madá- (indignada) Isso não pode continuar, pai. A gente precisa tomar uma atitude contra essa desgraçada já.
Antônio- Deixa pra lá, filha. Eu já tô acostumado.
Madá- Mas eu não! E quer saber, pai? Se o senhor não fizer nada pra parar com isso, eu vou fazer!
Em seguida, Madá sai de casa como um furacão. Antônio fica cabisbaixo.
CENA 5: CASA DE GABRIEL/ COZINHA/ INTERIOR/ MANHÃ/
Gabriel coloca duas marmitas em cima da mesa e quando ouve o barulho da porta batendo, ele sorri. Fabrício chega, dando um abraço por trás no namorado, que se vira e dá um beijo nele.
Fabrício- Que saudades, meu amor.
Gabriel sorri.
Gabriel- Estou amando esse tempo que você está muito carinhoso comigo.
Fabrício- Eu também estou.
Gabriel- Vamos almoçar?
Fabrício (irônico)- Claro, eu só vim aqui pra isso.
Gabriel (manhoso)- Só pra isso?
Fabrício- Pra almoçar ao lado do amor da minha vida.
Fade-in: Stickwitu – The Pussycat Dolls.
Gabriel fica impressionado com o que Fabrício lhe diz e beija-o, apaixonadamente. Eles se soltam depois de alguns segundos e sentam-se à mesa, olhando fixamente.
Gabriel- Ontem aconteceu uma coisa muito louca.
Fabrício- O quê?
Gabriel- Cheguei na porta de casa e um cara tinha sido atingido por um tiro, ele achou que eu era o cara que tentou matar ele. (T) Quase morri.
Eles sorriem.
Fabrício- Capaz de você matar alguém, meu amor.
Gabriel segura a mão de Fabrício.
Gabriel (amoroso)- Eu nunca vou me cansar de dizer que te amo.
Os olhos de Fabrício enchem-se de lágrimas.
Fabrício- Eu tenho tanto medo da minha mãe fazer alguma coisa com você.
Gabriel- Deixa ela pra lá e vamos ser felizes.
Fabrício demonstra ter uma ideia e Gabriel o olha, curioso.
Gabriel- O que foi?
Fabrício- Queria fazer uma loucura com você!
Gabriel- Que loucura?
Fabrício- Vamos fugir?
Gabriel (assustado)- Fugir?
Fabrício- Pra longe de todo mundo, de todo esse preconceito doentio da minha mãe. –Animado- Você aceita?
Gabriel (sorrindo)- Vamos!
Fabrício aperta as duas mãos de Gabriel, em sinal de felicidade. Eles se olham, alegres.
Fade-out: Stickwitu – The Pussycat Dolls.
CENA 6: PRAÇA/MANHÃ/
Madá e Ícaro conversam enquanto caminham.
Madá- Eu fico indignada, sabe? Pô, meu pai faz de tudo pela gente, sempre fez, e a Megan retribui dessa forma.
Ícaro- Poxa, gatinha. Que barra.
Madá- E o que mais me revolta nessa história é a passionalidade do meu pai, que nunca toma uma atitude.
Os dois param de andar e encostam-se numa árvore, ficando frente a frente.
Madá- Eu preciso parar a Megan. Uma hora meu pai não vai mais suportar e só Deus sabe o que pode acontecer.
Ícaro- Você nunca me mostrou uma foto dela. Seu pai eu conheço, agora essa tua irmã aí...
Madá pega seu celular e mostra uma foto de Megan para Ícaro.
Ícaro- (analisando) É... como dizem. Bonitinha, mas ordinária.
Madá- Nem me fale.
Ícaro- (passa a mão nos cabelos dela) Mas não fica assim, vai. Você sabe que pode contar comigo pra qualquer problema, né? O que vier.
Madá sorri pra ele, em seguida, o abraça. Ícaro retribui, dando um beijo na testa dela. Close nos dois.



CENA 7: ANOITECE/ MANSÃO DOS DANTAS/ JARDIM/ INTERIOR/
Eduardo está indo embora. Patrícia vem correndo até ele e o alcança.
Paty- Você esqueceu seu celular.
Eduardo- Obrigado.
Ele vai pegar o celular da mão dela e mantém a sua mão na da jovem. Ela o olha, tímida.
Fade-in: Give Me Love- Ed Sheeran.
Paty- Vi você e a Megan se beijando hoje. (T) Sabia que ela estava super a fim de você, mas não que estava havendo um clima entre vocês.
Eduardo tira sua mão da de Paty.
Eduardo- Na verdade não estava. (T) Eu só chamei a Megan pra sair porque a pessoa que está a fim, acho que não quer nada comigo. (T) Então preferi seguir em frente.
Paty (sem graça)- Ah então quer dizer que você tá com a minha amiga, mas interessado em outra? (T) Como assim?
Eduardo- Você nunca esteve a fim de outra pessoa? –Se aproxima- Com vontade de beijar alguém, mesmo que ache que seja impossível? –Se aproxima tocando as mãos no rosto dela- Sabe, Patrícia...
Suas respirações estão mais fortes e eles se olham no fundo dos olhos, nervosos.
Paty (afobada)- Pode dizer...
O telefone de Eduardo toca, e ele vê que é Megan, ele mostra para Patrícia.
Eduardo- Essa ligação deve nos interferir?
Paty- Atende.
Ele atende e ouve Megan falando, enquanto Paty olha para ele, pálida.
Eduardo- Ok, tudo bem...
Eduardo desliga o telefone e vai até Paty.
Eduardo- Ela cancelou o encontro de hoje. (T) Eu vou embora. Tchau, Patrícia, e obrigado.
Patrícia segue ele.
Paty- Eu te dou uma carona.
Eduardo (pára/surpreso)- Sério?
Ela balança a cabeça positivamente e vai em direção ao carro, enquanto Eduardo olha para ela, encantado.
Fade-out: Give Me Love- Ed Sherran.
CENA 8: MANSÃO DOS DANTAS/QUARTO DE FABRÍCIO/INTERIOR/NOITE/
Fabrício entra no quarto e vê Dorotéia com um envelope em mãos. Megan está presente na cena também, com uma feição malévola estampada no rosto, só observando tudo.
Fabrício- (estranhando) A Isolda disse que a senhora queria falar comigo.
Dorotéia- Queria não. Eu quero falar com você, meu filho.
Fabrício- A conversa é entre nós dois, não? - olha para Megan - Posso saber o que ela tá fazendo aqui?
Dorotéia- Muito simples. – vira para Megan e em seguida, volta a encarar Fabrício – A Megan é a sua futura esposa!
Fade in: Instrumental – Pike Ppk – Felipe Alexandre.
Fabrício arregala os olhos, em choque.
Fabrício- (ri) O quê? A senhora tá ficando maluca, mamãe?
Dorotéia- (fria) Eu não, mas você sim. Enlouqueceu quando resolveu assumir um namoro com aquela porcaria daquele viado suburbano. E eu te chamei aqui pra avisar que essa história acaba agora!
Fabrício- (sobe o tom) Quem a senhora pensa que é pra se meter na minha vida?
Dorotéia- (grita) Eu sou a sua mãe! Aquela que pensa no melhor pra você. Eu nunca gostei do seu caso com aquele motoboy, jamais aprovei e você sabe muito bem disso, Fabrício!
Fabrício- (grita) O que o Gabriel e eu temos não é um caso, é uma história de amor!
Dorotéia- (gargalha, debochada) Que história de amor o quê? Não seja ridículo, garoto.
Megan- Dorotéia... vai direta ao ponto, meu bem! Não tenho a noite toda.
Fabrício- E você, Megan. Como pode compactuar com essa palhaçada hein? Logo você que estava mais cedo se beijando com o Eduardo no jardim. Não tem vergonha nessa cara não?
Dorotéia encara Megan.
Dorotéia- (indignada) Que história é essa?
Megan- (reage) História nenhuma! Você não tá vendo que ele tá tentando se safar do que realmente importa aqui?
Dorotéia volta a encarar Fabrício.
Fabrício- Mãe... (T) Desiste dessa ideia. Não vai adiantar nada. Nada do que você disser, do que você fizer, vai conseguir destruir a minha história com o Gabriel.
Dorotéia caminha até Fabrício, fria.
Dorotéia- Você tem certeza, meu filho?
Ela abre o envelope e tira de lá as fotos de Gabriel com o revólver nas mãos de frente para o homem caído no chão.
Dorotéia- (mostrando as imagens) Você não reconhece esse rapaz da foto?
Fabrício olha, desacreditado.
Dorotéia- (sorrindo) Vamos fazer o seguinte, ok? Você termina o seu caso com esse tal de Gabriel, e se casa com a Megan. Em troca eu não entrego essas fotos pra polícia.
Fabrício encara Dorotéia, em estado de choque.
Dorotéia- E então? O que acha? É uma bela proposta, não?
Fabrício fica desolado, sem saber o que dizer.
Dorotéia- Não precisa responder agora. Você tem até amanhã de manhã pra decidir.
Dorotéia vai saindo do quarto acompanhada de Megan, parando na porta.
Dorotéia- Nunca se esqueça que tudo o que eu faço é pro seu próprio bem, querido. (T) Boa noite!
A mulher sai, fechando a porta. Fabrício cai em prantos, chorando compulsivamente. Close nele.
Fade out: Instrumental – Pike Ppk – Felipe Alexandre.
CENA 9: RUA/ NOITE/
Patrícia estaciona o carro na frente da casa de Eduardo e olha para ele, sorrindo.
Paty (brinca)- Entregue em segurança.
Eduardo (agradecido)- Muito obrigado, de verdade... (T) –Sorri- Pode deixar que sempre que me sentir inseguro, vou te pedir uma carona.
Fade-in: Kiss Me- Ed Sheeran.
Eles gargalham.
Paty- Você é um bobo. (T) Mas falando sério agora, e não sendo preconceituosa, eu te admiro muito por você ser um homem que demonstra muito interesse em trabalhar, em ter forças para sustentar dois filhos. Acredito que você ouve muitas coisas por causa do seu emprego, as pessoas assimilam muito a trabalho de mulher.
Eduardo- Eu sempre penso nos meus filhos, em como a minha falecida esposa ficaria orgulhosa de saber que eu enfrento muitas coisas para cuidar dos nossos tesouros que Deus me deixou na responsabilidade.
Os olhos de Eduardo lacrimejam, Patrícia fica impressionada com a sensibilidade do homem, que limpa as suas lágrimas. Num impulso, ela dá um abraço nele. Aos poucos eles vão desfazendo o abraço. Close nos rostos dos dois quase colados.
Eduardo (lentamente)- Eu quero que você tenha certeza de que quer isso.
Paty- Por favor, Eduardo, não...
Paty senta-se endireitada no banco.
Paty- Você e a Megan estão se conhecendo. (T) Eu não quero ser um empecilho para vocês. (T) Por favor, você pode descer?
Eduardo fica sem graça, mas desce rapidamente. Ele olha para trás, mas decide entrar. Foco agora em Paty, que se joga debruçada no volante.
Paty (lamenta)- Droga!
Frustrada, Paty liga seu carro e dá partida.
Fade-out: Kiss Me- Ed Sheeran.
CENA 10: MANSÃO DOS DANTAS/QUARTO DE FABRÍCIO/INTERIOR/NOITE/
Fabrício com o rosto molhado de lágrimas, ainda sem acreditar na conversa que teve com Dorotéia. O rapaz fica pensativo.
Flashback (cena 8 deste capítulo):
Ela abre o envelope e tira de lá as fotos de Gabriel com o revólver nas mãos de frente para o homem caído no chão.
Dorotéia- (mostrando as imagens) Você não reconhece esse rapaz da foto?
Fabrício olha, desacreditado.
Dorotéia- (sorrindo) Vamos fazer o seguinte, ok? Você termina o seu caso com esse tal de Gabriel, e se casa com a Megan. Em troca eu não entrego essas fotos pra polícia.
Fabrício encara Dorotéia, em estado de choque.
Dorotéia- E então? O que acha? É uma bela proposta, não?
Fim do Flashback
Fabrício- (chorando) Não posso deixar o Gabriel ser preso... (T) Mas não quero perder ele. – grita – Que ódio! (T) POR QUÊ?
Ele se revolta e joga todos os objetos que estavam em cima da cômoda no chão. Em seguida, desforra a cama com fúria e soca o travesseiro várias vezes, chorando desesperadamente. Fabrício joga-se na cama em posição fetal, agarrando o travesseiro que acabara de socar. Close nele.
CENA 11: BARZINHO/ INTERIOR/ NOITE/
Alessandra entra ao local. Ela vê um senhor sozinho sentado à mesa.
Alessandra- Deve ser ele.
Ela vai até o homem.
Alessandra- Félix?
Félix (sorri/levantando)- Alessandra?
Eles sorriem e dão um abraço.
Alessandra- Oh, meu Deus, é melhor do que imaginei.
Eles sentam-se.
Félix- E aí, gatinha, o que vamos pedir?
Alessandra- Muito saidinho você. (T) Gosto de homens assim.
Félix- Eu fiquei impressionado quando vi o seu perfil com nome de “A Vovó Gatosa”, bem ousada você.
Alessandra solta um olhar malicioso para Félix.
Fade-in: Bola Rebola- Tropkillaz, J. Balvin, Anitta ft. MC Zaac.
Alessandra (animada)- Eu não acredito que a minha música está tocando!
Ela levanta-se da cadeira e estende a mão para Félix.
Alessandra- Vem comigo?
Ele sorri e se levanta. Os dois se dirigem até a pista de dança. Eles dançam, animados. Alessandra coloca as mãos no joelho e mexe a bunda, enquanto Félix sarra nela. Algumas pessoas observam, chocadas, mas eles não ligam e continuam dançando. Agora os dois ficam de frente ela coloca suas pernas entre a perna dele e eles vão descendo o máximo que pode, dançando e esbaldando na pista. Câmera lenta e luzes passando pelo corpo deles. Close agora no sorriso deles.
Félix (no ouvido)- Vou levar um tapa se te beijar?
Alessandra dá um beijo no homem, que passa a mão pelo corpo dela, chegando à bunda.
Fade-out: Bola Rebola- Tropkillaz, J. Balvin, Anitta ft. MC Zaac.
Eles terminam de beijar e se abraçam.
Félix (sexy)- Quero te levar para um motel.
Alessandra (safada)- Me leva agora.
Eles desfazem o abraço, dão as mãos e saem correndo do bar.
CENA 12: CASA DE EDUARDO/SALA/INTERIOR/NOITE/
Eduardo adentra a residência e fica pensativo. Ícaro que está sentado no sofá vendo televisão vê o pai aéreo e começa a rir.
Ícaro- Que foi, pai? Pegou um taxi e encontrou uma mala cheia de dinheiro dentro?
Eduardo- (sorrindo) Nem isso seria riqueza maior do que a mulher que eu conheci esses dias.
Eduardo pega um banco e se senta na frente de Ícaro.
Ícaro- Não vai me dizer que conheceu ela no trabalho?
Eduardo- (rindo) Mas tu tá esperto hein moleque? (T) Mas falando sério, desde que sua mãe nos deixou, nunca conheci alguém assim como essa garota. É diferente, sabe como é?
Ícaro- Sei... Claro que sei!
Eduardo- Como assim? – sorrindo – Também tá gostando de alguém, filho?
Ícaro sorri.
Ícaro- Tô sim, pai.
Eduardo- Que bom, traz ela aqui pra eu conhecer algum dia.
Ícaro- Claro que trago. – cabisbaixo – Eu tô um pouco preocupado até com ela.
Eduardo- Porque?
Ícaro- Ah, ela tem uns problemas lá com uma irmã dela. Diz que ela rejeita o pai, maltrata ele, elas brigam todos os dias.
Eduardo- (chocado) Nossa. Porque ela maltrata o próprio pai assim gente? Essa mulher não tem coração não?
Ícaro- É, pra o senhor ver. Só porque o cara trabalha como lixeiro.
Eduardo fica pensativo. Ícaro se levanta.
Ícaro- Então vou marcar, tá?
Eduardo- (aéreo) Hã? O quê?
Ícaro- Com a minha namorada. Pra ela vir aqui. Pra vocês dois se conhecerem.
Eduardo- Ah sim, claro filho! Pode marcar.
Ícaro- Vou dormir pai. Boa noite.
Ícaro vai até Eduardo, que dá um beijo na testa dele e o menino vai pro quarto. Eduardo fica sério e pensativo.
CENA 13: CASA DE MEGAN/ SALA/ INTERIOR/ NOITE/
Megan chega em sua casa. Madá e Antônio estão vendo televisão, e ao vê-la, Madá levanta-se e vai até Megan enfrentando-a.
Fade-in: Dissimulado (Instrumental)- Victor Pozas.
Madá- Cachorra sarnenta. (T) Você não cansa de ser esse lixo, né? De novo você veio humilhar o nosso pai, mas isso não vai ficar assim.
Megan- Não mesmo, sua filhote de cruz-credo. (T) Eu vou te ensinar como você aprende a me respeitar.
Madá- Eu tenho vergonha de você, sua praga!
Megan- Você deveria ter vergonha é desse lixeiro que você chama de pai!
Madá desfere um tapa no rosto de Megan.
Antônio (levantando/preocupado)- Pelo amor de Deus, Madalena.
Megan- VAGABUNDA, AGORA SIM EU ACABO COM VOCÊ, MADALENA!
Madá- Vem, sua ratazana. (T) Vem que eu tô pronta pra te quebrar!
Antônio se põe na frente das filhas.
Megan- Vocês vão me pagar, (T) eu vou deixar vocês aqui nessa merda de bairro e quando tiver muito rica, eu mando derrubar esse barraco que parece a casa do capeta.
Megan sai, deixando os dois na sala.
Fade-out: Dissimulado (Instrumental)- Victor Pozas.
CENA 14: AMANHECE/RUA/
Gabriel chega de moto no local onde Fabrício já o espera. Gabriel estaciona a moto e corre até o namorado, abraçando-o.
Gabriel- Eu vim correndo assim que você me ligou.
Gabriel vai beijar Fabrício, mas o rapaz vira o rosto.
Gabriel- (estranha) O que foi, belo?
Fabrício- (marejando) Eu vim aqui... Eu vim pra falar que...
Fabrício vira o rosto, sem coragem de falar.
Gabriel- (preocupado) Falar o quê?
Fabrício respira fundo e toma coragem.
Fabrício- (voz embargada) Eu vim acabar com tudo. Acabou, Gabriel. Vim por um fim no nosso namoro. Já deu!
Fabrício se afasta, aos prantos e Gabriel corre atrás dele, segurando seu braço.
Fade in: Stickwitu – The Pussycat Dolls.
Gabriel- Que história é essa? – sem entender – O que tá acontecendo?
Fabrício- (chorando) Não dá mais, cara. Me esquece, por favor.
Fabrício tenta ir embora, mas Gabriel o abraça num impulso. Fabrício tenta se soltar, mas acaba se rendendo ao abraço do namorado, chorando muito.
Gabriel- (marejando) Não vou deixar você ir sem antes me dar uma justificativa pra tudo isso. – toca no rosto dele – Não faz isso comigo, meu amor. Eu sei que tem alguma coisa errada. Me diz! Me diz o que é.
Os dois ficam com seus rostos colados um no outro.
Fabrício- (chora) Eu não posso. – o abraça forte – Eu só quero proteger você. Eu te amo muito, belo.
Gabriel- Então fala! O que tá pegando?
Fabrício respira fundo.
Fabrício- Aquela noite que você encontrou o homem caído, que ele apontou uma arma pra você. (T) Minha mãe foi a responsável por armar aquilo tudo. Contratou um fotógrafo pra tirar fotos suas com o revólver na mão e me ameaçou, dizendo que se eu não terminasse com você, que ela iria te denunciar à polícia por tentativa de homicídio.
Gabriel chocado.
Fabrício- Minha mãe é muito influente. Por mais absurdo que pareça, ela iria conseguir. – cai em prantos – Agora eu não sei o que fazer.
Gabriel segura o rosto de Fabrício.
Gabriel- (encarando-o) Lembra que você falou comigo que queria fugir? Fugir pra bem longe? (T) Eu acho que agora é a hora. (T) A gente vai embora. Sem ninguém saber de nada. – abraçando-o – Vai ficar tudo bem, meu amor.
Close nos dois, abraçados.
Fade out: Stickwitu – The Pussycat Dolls. 
CENA 15: MANSÃO DOS DANTAS/ PORTÃO/ EXTERIOR/ MANHÃ/
Paty sai do Uber, ela é chamada atenção quando Eduardo está saindo pelo portão e eles se encontram.
Eduardo- Parece que os nossos caminhos vivem se cruzando.
Paty- Tá fazendo o que aqui fora?
Eduardo- Sua mãe pediu para eu entregar um dinheiro para o encanador que vai passar aqui na porta, mas pelo que você pôde ver, ele ainda não chegou.
Paty e Eduardo se olham, intensamente.
Fade-in: Give Me Love- Ed Sheeran.
Eduardo- Paty, sobre o que houve ontem eu...
Paty (interrompe)- Olha eu acho melhor eu entrar. –Saindo e é segurada pelo braço por Eduardo- Por favor, Edu, me deixa ir.
Eduardo- Precisamos conversar.
Ela tenta se soltar, mas Eduardo não permite e puxa-a, fazendo ficar em frente a ele.
Paty- Conversar o que, Eduardo? (T) Já disse o que eu tinha pra dizer ontem.
Ele coloca a sua mão nos ombros dela.
Eduardo- Patrícia, a mulher que eu estou super a fim é você. (T) Eu só penso em você desde que te vi e confesso que foi um alívio para mim que a Megan não pôde sair comigo. (T) Se você me pedir agora, Patrícia, eu juro que eu desisto de conhecer a Megan e dou uma chance para nós.
Paty fica impactada com as palavras de Eduardo. Enquanto ele segura um lado do rosto dela com sua mão. Seus rostos vão se aproximando, e agora Eduardo segura com as duas mãos o rosto de Patrícia, e seus narizes se encostam. Eles suspiram forte e engolem seco. A câmera desfoca no casal e dá um close em Megan andando em direção a eles mexendo no celular, ela bloqueia a tela do dispositivo e se depara com o casal quase se beijando.
A imagem congela no rosto furioso de Megan.

Rajax
Linguagem imprópria
Conteúdo de total responsabilidade do autor                      
×
Rajax
Linguagem imprópria
Conteúdo de total responsabilidade do autor                              
×

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel