Ilusão - Capítulo 07.

ILUSÃO
CAPÍTULO 07
Martha e Mauro armam o plano para incriminar Iza;
Bruno diz ao pai que teme a reação da mãe caso peça a mão de Iza;
Thiago e Manu farão um trabalho em grupo, Jean entra no grupo;
A família de Iza chega para o jantar.
CENA 01 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA  FERRAZ / INT / SALA / NOITE.
Martha recepciona Iza e sua família com um grande sorriso no rosto.
MARTHA - É um prazer conhecer vocês, meu filho falou tanto de como foi conhecê-los que fiquei ansiosa.
AGENOR - Obrigado, é um prazer conhecer uma dama como a senhora.
MARTHA - Gargalha - Assim fico lisonjeada. Venham! Vamos nos sentar à mesa.
Todos vão em direção ao outro cômodo, mas Martha interrompe Iza.
MARTHA - Izadora, querida. O Mauro quer lhe ver, ela tá lá na cozinha, dá um pulinho lá.
BRUNO - Mãe, o que o Mauro quer com ela?
MARTHA - E eu lá sei, bom, vocês trabalharam juntos, devem ter criado alguma intimidade, não?
IZA - Na verdade, nós nem nos falávamos direito. Mas vou lá ver.
MARTHA - Agora fiquei curiosa, vai e nos conta tudo - Ri.
Ela sai em direção a cozinha do apartamento.
BRUNO - Mãe!?
MARTHA - Vai dizer que você não quer saber? Também achei estranho isso. Mas vamos nos juntar aos demais, enquanto ela vai lá.
CENA 02 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / COZINHA / NOITE.
IZA - Oi.
MAURO - Ah, oi, como vai?
IZA - Eu vou bem, a dona Martha disse que você queria me ver.
MAURO - Ah sim, eu disse, mas não imaginava que ela daria o recado - risos - já trabalhou com ela, então sabe como ela é em relação aos empregados.
IZA - Ri - É, eu sei, mas ela é uma boa pessoa.
MAURO - Sim, sim, quanto a isso, não tenho o que reclamar.
IZA - Mas então, o que queria me dizer?
MAURO - Eu queria te pedir perdão se de alguma forma eu lhe magoei durante o tempo em que trabalhamos juntos. Sabe, eu fui grosso, estava a flor da pele durante aquele verão. Então eu peço que me perdoe, vai ver que eu sou melhor do que aquilo que você conheceu.
IZA - Não há o que perdoar, você era o mordomo, estava sobre pressão para manter a casa arrumada, organizar a festa. Enfim, o que passou, passou.
MAURO - Colocando a mão no tempero - Obrigado.
Ele pega em uma copo sobre o balcão e com o copo empurra a faca que vai ao chão.
MAURO - Nossa, que desastrado. Se importa de pegar a faca? Eu to com a mão toda suja - mostra.
IZA - Imagina.
Ela pega a faca do chão.
MAURO - Coloca ali naquele outro balcão - aponta.
Ela põe.
MAURO - Desculpa te incomodar.
IZA - Que isso.
MAURO - Pode ir, já te incomodei demais. O jantar logo será servido.


CENA 03 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / SALA DE JANTAR / NOITE.
Izadora se junta a todos, o jantar é servido.
CODINA - O jantar estava delicioso.
MARTHA - Então, parabéns ao Mauro.
MAURO - Obrigado, fico feliz que gostaram.
Bruno se levanta.
BRUNO - Agora se me permitem eu gostaria de dizer algumas palavras.
Todos olham.
BRUNO - Se ajoelha diante de Iza - Durante esse tempo que estive namorando com essa bela dama, pude saber o que é o amor. Com ela tive as melhores emoções de minha vida, além de companheirismo e compreensão - olha nos olhos dela e sorri - Por isso, eu te pergunto agora. Izadora, aceita se casar comigo?
IZA - Sorri - Fiquei sem graça. Seu bobo, é claro que sim.
Eles se abraçam e se beijam.
BRUNO - O senhor está de acordo, né seu Agenor?
AGENOR - Se minha filha está feliz, eu também estou.
Ele põe o anel no dedo de Iza, ela o olha.
IZA - É lindo.
MARTHA - Isso merece um brinde - ela levanta sua taça, todos a seguem - ao amor desse jovem casal.
Todos bebem.
CENA 04 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / QUARTO DE MARTHA / NOITE.
MAURO - Aproveitei que estão lá em baixo bebendo e vim lhe entregar isso - Ele dá a ela a faca em um saco plástico.
MARTHA - Perfeito.
MAURO - Qual é o próximo passo?
MARTHA - Daqui alguns dias ela irá ao encontro de Bruno na mansão de Agra, e Jorge fará o mesmo.
MAURO - Você não presta!
MARTHA - Ri - Eu sei… Ainda tem o contato daquele miliciano?
MAURO - Sim.
MARTHA - Pretendo almoçar com ele na segunda, no leblon.
MAURO - Providenciarei.
MARTHA - Ah, como gratidão, deixei uma surpresinha na sua conta bancária.
Amanhece.
CENA 05 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / SALA / DIA.
MARTHA - Esse fim de semana passou tão rápido, espero que tenhamos mais momentos como esse.
IZA - Eu queria agradecer o convite e a companhia, dona Martha.
MARTHA - Não tem de quê, ah, me chame apenas de Martha, ou sogrinha - risos.
Eles partem.
CENA 06 / CASA DE JEAN / INT / SALA / DIA.
Thiago e Jean se reúnem após a escola para fazer o trabalho.
JEAN - E aí, beleza?
THIAGO - Sim.
JEAN - Cadê a Manu?
THIAGO - Eu não sei, ela disse que viria sozinha.
Eles recebem uma mensagem dela o grupo do trabalho.
MANU - Pessoal, foi mal. Tô morrendo de cólica, não vou poder ir. Mas juro que vou fazer minha parte a tempo.
Thiago logo percebe que Manu fez aquilo de propósito.
JEAN - Bom, então vamos fazer a nossa parte.
Eles vão ao quarto.
THIAGO - Olhando a decoração - Você gosta mesmo de futebol, heim…
JEAN - Sorri - É, como eu te disse, sou um gay fora do convencional.
THIAGO - Imagina, você é você, só isso.
JEAN - Mas e você?
THIAGO - O que tem eu?
JEAN - O que você curte?
THIAGO - Além de meninos - risos - música, filmes.
JEAN - Olha… Quer assistir um filme comigo depois de terminarmos o trabalho?
THIAGO - Tá, pode ser.
Eles terminam o trabalho e descem para a sala.
JEAN - Que tal vermos Chicago?
THIAGO - Como adivinhou? Eu amo esse filme.
Eles assistem no sofá, a mãe de Thiago chega.
MARISA - Namorado novo, filho?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel