Paola faz B.O. contra comentaristas de blog e recebe resposta inusitada do juiz


 

A ex-brilhante-rainha se revoltou com comentários ao seu respeito no blog Gabriel Farac

 

Depois de ter sido exposta em um dossiê, Paola ficou ausente de suas redes sociais por um tempo, até voltar à ativa. Mas dessa vez, a “Primeira eliminada, desistiu” (como ficou conhecida no reality Big Disqus Brasil), ficou indignada com comentários de usuários a seu respeito no famoso blog de audiência detalhada, Gabriel Farac.

 

A confusão em questão aconteceu no final de novembro. Paola moveu uma ação judicial contra esses usuários que, segundo ela, a injuriaram com elementos referentes a sua aparência e honra, além de acusar alguns de racismo contra a sua pessoa. O processo foi registrado no Ministério Público do Rio Grande do Sul, na Justiça Criminal de Viamão.

 

Depois da abertura do boletim, Paola, usando uma conta fake, fez questão de avisar aos usuários que o processo estava aberto e que nunca mais deixaria ninguém “pisar” nela.

 



Após o alvoroço, Gabs, administrador do Gabriel Farac fez um discurso onde proibiu que os visitantes do blog citassem o nome de Paola, caso contrário, poderiam sofrer penalidades. Ressaltando que o blog e seus administradores não têm culpa sobre o episódio e, devido ao enorme volume de comentários diários, não conseguem moderar com 100% de precisão todos os comentário recebidos. 

 

Dias depois, veio a resposta do juiz sobre o caso. Segundo ele, Mateus (nome verdadeiro de Paola), além de não utilizar o nome verdadeiro nas redes sociais, usa foto de uma figura pública “branca”, portanto a acusação de racismo e xingamentos a sua aparência física não procede, uma vez que as ofensas foram contra a fotografia da pessoa “que não é usuária da rede social e que tampouco utiliza o próprio nome para se identificar”.

E completa: “É como se o crime tivesse sido cometido contra avatares”. Veja na integra a resposta do juiz:

 




Após o arquivamento do processo, Paola se mostrou revoltada com a justiça brasileira e disparou: “Só saibam, que eu nunca mais vou deixar, qualquer acusação passar. Se a lei do Brasil é uma bosta, que protege gente escrota como vcs é uma pena. Mas estou mostrando que comigo ninguém mexe.”

 

Ela também criticou o jornalismo da Rajax, acusando-a de parcialidade: “Até agora nenhum pio do Rajax, sobre o processo que movi pro Farac. Poxa, que pena, pois na hora de usar meu nome e me difamar aqui, fizeram. Que jornalismo de quinta. Se fosse me atacando, vc teria feito na mesma hora um post me acusando de tudo que puder.”

 

**Em nota, a Rajax lembra que não fica a par de tudo que acontece no mundo virtual e que para isso fornece uma página de contato visível e fácil de achar a todos que frequentam o site. Também se mostra receptiva a toda e qualquer denúncia, ocorrência, furo de reportagem, elogios e críticas, necessitando apenas que os envolvidos entrem em contato pelos seus canais de atendimento e redes sociais.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel