Veja o que bombou esse ano na Retrô 2020 da Rajax


 




Renata Landeros:

2020 foi um ano muito desafiador para a humanidade. Coronavirus, tragédias e luta pelos direitos foram as principais pautas desse ano na vida real. Mas, e no Mundo Virtual?



 



Kax:

Nossa equipe separou por tópicos e traz agora para você aquilo que mais repercutiu e chamou atenção este ano. Começa agora a Retrospectiva 2020 na Rajax.



 

2020: O ano do nascimento da Rajax



Renata Landeros:

Ninguém esperava muito desse ano e talvez por isso ele surpreendeu tanto. Ninguém esperava que Kax fosse sair do Web Mundi, muito menos que ele fosse montar uma emissora própria.

 

A preparação da Rajax começou em no final de 2019, com teasers que impactaram com as belas frases ditas por William, seu antigo chefe. Em dezembro, começaram a ser anunciados os contratados, mas foi em janeiro que se intensificaram as chamadas.

 

Kax:

Renata Landeros, Vinicius Apolo (Tena Andrade) e o polêmico Paulinho Perigoso foram divulgados como parte do time de colaboradores do canal, apresentando posteriormente seus programas de entretenimento.

 

Renata Landeros:

Com a finalidade de transmitir apenas jornalismo e entretenimento, a Rajax logo cedeu à pressão dos acionistas e começou a produzir dramaturgia. Investindo alto, apostou em nomes de peso como o próprio Paulinho Perigoso e Megan Clarke, autora do Web Novelas Channel. Com a popularidade da novela Relações Destrutivas, os diretores deram aval para a concepção de outra novela, Ilusão, de Gabriel Martins.  

 

Programas como Web Curioso Mundo e a Coluna do Perigoso encabeçaram a lista dos mais vistos pelo público. Outros como o Analisando a Concorrência e o TV Fama Virtual ganharam exibições mais flexivas, sendo postadas a qualquer dia, sem a necessidade de uma obrigatoriedade.

 

2020: O ano dos B.Os



 

Kax:

Nunca se procurou tanto o poder judiciário como antes. No ano da pandemia, pessoas fizeram boletins de ocorrência para se “defenderem”, mesmo não conseguindo levar o processo até o final.

 

“Gore”, a palavra que deu início a uma atitude inédita no mundo virtual. O dono do Megapro se sentiu imensamente ofendido com o adjetivo que Paulinho Perigoso atribuiu a ele. Procurou a justiça, coagiu pessoas a não comentarem sobre o episódio e ainda expos vários artigos da constituição ao Kax; e disse que ia processar. No fim das contas, não deu em nada.

 

Durante o ano, outros indivíduos ameaçaram fazer o mesmo, mas não concretizaram o ato. O mais recente caso público foi o de Paola, que não gostou das ofensas proferida ao seu avatar (segundo o juiz do inquérito). Fez o boletim de ocorrência e ainda disse que ia processar. Novamente, não deu em nada e foi arquivado.

 

 

2020: O ano das polêmicas



 

Renata Landeros:

Se tem uma coisa que não faltou este ano foram as polêmicas. Xenofobia, apologia ao estrupo, diretor envolvido em escândalo de fraude, acusação de plágio, dossiê com provas de crimes de internet... O ano não foi fácil para ninguém.

 

Kax:

Você concorda com a tese de censurar atores de outras nacionalidades para reforçar a identidade nacional? Pois bem. Diego Silva, autor do Ranable Webs causou uma enorme polêmica ao afirmar que o intuito dessa censura era “dar uma abrasileirada” nas webs novelas, pois havia muitas histórias mexicanas no catálogo da emissora.

 

O assunto rendeu e foi comentado a semana inteira. E logo após, se envolveu em mais um escândalo. Leitores acusaram o autor de fazer apologia ao estrupo em uma cena da novela “Amor de Canavial”. Diego fez uma nota onde se mostrou arrependido e afirmou que isso não iria mais acontecer.

 

Renata Landeros:

Como se já não bastasse a corrupção enraizada no cenário político do Brasil, vimos o mesmo acontecer em nosso ambiente de emissoras virtuais. Mesmo não tendo dinheiro envolvido, Erivan Mandela, diretor do alto escalão da Ranable Webs foi flagrado fraudando e adulterando os dados de audiência do canal, tanto no balanço semestral quanto nos consolidados das webs novelas.

 

Foi acusado ainda de favorecer seus amigos inflando a audiência das suas histórias. Ele ainda criou contas fakes para comentar e forjar “sucesso” nas webs de seus amigos. Depois da série de escândalos ele se demitiu e desapareceu do mundo virtual.

 

Kax:

Talvez, aquilo que tenha mais repercutido na esfera Twitter/Disqus, foi o estrondoso dossiê enviado por um anônimo a Rajax. O conteúdo acusava Paola, Selma e Keya de crimes de internet, além de expor conversas com a qual aparecem fazendo piadas depreciativas.

 

O conteúdo foi tão chocante, que comentaristas viraram a noite comentando na postagem sobre as citadas. Elas também apareceram para se defenderem e a discussão rendeu, com ataques a todos os lados.

 

Houve também a acusação de plágio por parte da equipe do “Encontro com Théo” para com a produção do programa “Bate-Papo com Mateus”, alegando a extrema semelhança do conteúdo de ambos.


Até no renascimento do Ultra houve a polêmica entre os diretores da emissora com o presidente do Aster, sendo pauta no programa "Fofoconly". 


2020: O ano dos streamings



 

Renata Landeros:

Saindo desses assuntos pesados, vamos falar aquilo que chamou atenção de forma positiva. As plataformas de streaming deram o que falar tanto na vida real quanto na virtual. No MV vimos a ascensão da Webtvplay e o relançamento do MegaOD.

 

Kax:

Depois de um período parado, a Webtvplay engrenou e lançou diversas produções entre novelas, séries, filmes, contos, jornalismo, entretenimento e produções originais de altíssima qualidade.

 

“Cruel Summer” teve uma das melhores estreia desde o lançamento da plataforma e o divertido “Astrolozilda” desembarcou no catálogo para alegria dos amantes de astrologia.

 

A plataforma de streaming da WebTV também apostou em jogos e páginas especiais para o Halloween, fortificou seu marketing e atraiu olhares de muita gente, seja pelas artes incríveis de divulgação ou pela história de grande relevância que acabou chegar. A Webtvplay completou 1 ano em 27 de outubro deste ano.

 

Renata Landeros:

Vimos também o relançamento do MegaOD. Se até o início do ano a seção de leitura sob demanda era tímida, visível apenas em uma parte da homepage do Megapro, fomos surpreendidos pelo visual da plataforma que agora ganhou uma página separada e melhor organização das obras.

 

Como parte de fortalecer seu serviço de streaming, a Megapro fechou acordo com a OnTV que, sem uma data definida, passará para o domínio da emissora. Porém, alguns de seus conteúdos já estão disponíveis no MegaOD.

 

Kax:

Trabalhando de uma forma diferente a Cyber também possui uma página para o acervo da emissora, mas sem muito alarde. A emissora segue apostando ainda no modelo tradicional de postagem, mas já deu destaque na sua página inicial para obras ondemand.

 

O Aster também apostou em um streaming próprio mesclado com marketplace, com produções da casa e de terceiros como do DiggTV e Rajax. Só que teve o azar de ser descontinuada após a saída de seu presidente.

 

 

2020: O ano do adeus



 

Kax:

Muita gente se foi neste ano. Vimos famosos partindo devido ao Coronavirus ou outra fatalidade. Empresas quebraram, família foram separadas. 2020 será lembrado pelo adeus.

 

No mundo virtual, vimos pessoas se despedirem, mas não por doença, graças a Deus. Mas sim, por sentirem que seu ciclo no mundo virtual chegou ao fim. Mas disso a gente fala amanhã.

 

Renata Landeros:

Emissoras deram adeus e deixaram muitos fãs órfãos de sua programação.

 

Kax:

O Aster tinha tudo pra ter vida longa, ganhou até um novo e moderno visual, além de uma plataforma de streaming: o Constelation. Mas quis o destino que sua vida não durasse 1 ano. Prestes a fazer aniversário, fomos surpreendidos com a decisão de Carlos Alberto de deixar a emissora e sua presidência. Com isso, a equipe se desmotivou e decidiram abandonar o barco também.

 

O TV Stars foi outra tradicional emissora do Twitter a ser descontinuada por decisão da própria Renata Landeros, que vai se dedicar a outros projetos de agora em diante.   

 


O que esperar do próximo ano?

 

Renata Landeros:

Foram tantas coisas que aconteceram, realmente um ano não para amadores. Esperamos que em 2021 possamos celebrar um mundo melhor com menos intolerância e mais união. Um ano que possamos ter paz e mais empatia.

 

Kax:

Que 2021 seja um ano onde possamos concretizar nossos sonhos, objetivos e não ter medo de arriscar. Que sejamos mais criativos, apresentando ao público de casa conteúdos de relevância e que entretenham. Que tenhamos mais consciência e respeito ao próximo.

 

Renata Landeros:

A Retrô 2020 da Rajax está terminando, desejamos a todos um ótimo e feliz ano novo e mais esperança por um ano melhor.

 

Kax:

E daqui a pouco a gente te espera na Retrô dos Famosos. Tenham todos um ótimo fim de ano. E em 2021 vem aí uma nova Rajax. Até!

 


Retrô 2020
Jornalismo

Apresentação:
Renata Landeros
Kax

Rajax © 2020


Avatar

Tudo sobre Rajax

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel