Ilusão - Capítulo 05.


ILUSÃO
CAPÍTULO 05
ANTERIORMENTE - A temporada de férias termina e todos voltam ao Rio;
Bruno está contente com o romance com Iza;
Na escola Thiago se encanta com Jean, o aluno novo;
E Agenor pergunta a Codina sobre Larissa.
CENA 01 / CASA DE PRAIA DE LARISSA / INT / SALA / DIA.
Após o período de veraneio se encerrar, a cidade fica praticamente vazia. Jandira e Larissa decidem ficar, a decisão de sua sobrinha intriga Jandira.
JANDIRA - Até quando vamos ficar?
LARISSA - Sei que disse que seria por pouco tempo, mas ainda tenho esperanças de me acertar com minha filha. A dona Codina prometeu que irá interceder por mim.
JANDIRA - Não se preocupe, eu só perguntei por perguntar. Fico o tempo que precisar. Sei o quanto isso é importante pra você.
CENA 02 / CASA  DE AGENOR E IZADORA / INT / SALA / DIA.
CODINA - Ela ainda está aqui. Disse que tem esperanças de que você mude de ideia. E eu disse a ela que iria conversar com você.
AGENOR - Espero não me arrepender. Mas, Sabe? Depois de tudo o que a senhora falou, eu refleti bem e percebi que eu estava errado. Não posso esconder isso da menina.
CODINA - Procura ela. Vai ser melhor.
AGENOR - Sim, só preciso preparar o terreno, não vai ser fácil explicar isso pra Iza.
CENA 03 / COLÉGIO OPÇÃO / INT / QUADRA / DIA.
Durante a aula de Educação física, Manu e Thiago ficam sentados na arquibancada.
THIAGO - Se tem uma coisa da qual eu não sentia a menor falta na escola, essa coisa se chama Educação física.
MANU - E justo no primeiro dia de aula já tem essa tortura…
THIAGO - Pois é…
O professor chama a atenção dos dois.
PROFESSOR - Caminhando até eles - Educação física é uma aula como outra qualquer, sabiam? O que aconteceria se vocês se recusassem a participar de uma aula de matemática ou português?
THIAGO - Reprovarìamos.
PROFESSOR - O mesmo irá acontecer se vocês se recusarem a participar da minha aula. Então, vamos? Levantando.
Apesar de estarem irritados por serem obrigados a participar daquela tortura, vão caminhando até o centro da quadra, onde o professor manda que dois alunos montem um time de bola queimada.
Um dos alunos escolhidos é Jean, o outro, Carlos.
A escolha começa, Manu é rapidamente escolhida, não como primeira, porque ela não é tão boa assim, mas também não é tão ruim quanto Thiago.
PROFESSOR - O Thiago que sobrou vai no time do Jean.
Ele apita e dá início a partida. O jogo ocorre normalmente, até inventam de passar a bola para Thiago, que sem reação a recebe num impulso e ao correr vai de cara para o chão.
PROFESSOR - Ajudem aqui, levem ele para a enfermagem.
Jean é designado para a função, já que ficou como capitão do time.
MANU - Eu vou também.


CENA 04 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / SALA / DIA.
Margot chega ao apartamento, Estella a recebe.
MARGOT - Você deve ser a paciente. Prazer, meu nome é Margot.
ESTELLA - Olha, eu sei que minha mãe te contratou, mas eu não preciso.
MARGOT - Calma, eu sei que no início é difícil.
ESTELLA - Não, você não entendeu, eu não quero psicóloga nenhuma me analisando. Não tô louca.
MARGOT - Psicólogo não é só para quem tem algum problema psicológico ou mental, essa ideia é até ultrapassada. Hoje em dia a psicologia é algo fundamental na vida humana. Vamos fazer assim, você faz uma sessão, se não gostar eu não venho mais. O que acha?
ESTELLA - Tá bem, vamos lá.
MARGOT - Tem algum lugar onde poderíamos falar a sós?
ESTELLA - Vamos ao meu quarto.
No quarto.
MARGOT - O que conversaremos nesta sessão ficará apenas entre mim e você, quero que saiba disso.
ESTELLA - É claro.
MARGOT - Sua mãe ao telefone me adiantou seu problema alcoólico. Olha, não vou te julgar pelo que ela diz, eu prefiro saber de você... Tem algum problema que te afeta no momento?
ESTELLA - Como assim?
MARGOT - Algo que você percebe que acaba influenciando sua vida e a maneira como você convive com as pessoas…
Ela conta sobre seu divórcio, sua infância e a convivência com sua mãe e seu filho. Margot percebe nela um comportamento possessivo.
MARGOT - A raiz do seu problema está na sua convivência com sua mãe.
ESTELLA - Como assim? Minha mãe é meu problema?
MARGOT - Pelo que você me relatou de sua infância, percebi que se sente rejeitada, e que na expectativa de conquistar alguma atenção de sua mãe, tenta repetir o comportamento impulsivo dela, mas de uma forma totalmente equivocada.
ESTELLA - Irritada - Você é maluca!
MARGOT - Você sabe que não estou dizendo nenhuma mentira.
ESTELLA - Chega, será que poderia mudar de assunto?
MARGOT - Tá, voltaremos depois  a esse assunto. Agora, sobre seu filho… Você me disse pouco sobre seu filho.
Ela fala sobre Thiago.
MARGOT - Tente ouvi-lo mais, dar espaço para ele falar sobre si. Por hoje é só.
ESTELLA - Está bem.
MARGOT - Se quiser que eu volte, já sabe. Você tem muitas questões, não desperdice essa chance de resolvê-las. Só pensa nisso, tá bom?
ESTELLA - Tá bem.
CENA 05 / COLÉGIO OPÇÃO / INT / ENFERMAGEM / CORREDOR / DIA.
Manu, Jean é Thiago aguardam serem atendidos.
THIAGO - É por isso que eu odeio educação física.
JEAN - Eu sei como é, meu ex namorado também odiava… Mas  não é bem assim, faz bem pra saúde.
MANU - Peraí, Você é gay?
JEAN - Sou. Porque a surpresa?
MANU - Não. Imagina, surpresa nenhuma. É que o Thiago também é.
THIAGO -  Esbraveja - Manuela!
MANU - Desculpa migo.
JEAN - Olhando para Thiago - Não é assumido?
THIAGO -  Ainda não.
JEAN - Relaxa, sei como é difícil ser gay na escola. - Coloca as mãos na ombro dele, em sinal de apoio - Pode contar comigo, se precisar.
CENA 06 / CASA DE PRAIA DE LARISSA / INT / SALA / DIA.
Agenor bate a porta.
LARISSA - Você?
AGENOR - Vim falar com você.
LARISSA - Entra.
AGENOR - Não, o que eu tenho pra falar é rápido.
LARISSA - Tá bom.
AGENOR - Eu vou contar pra ela.
Larissa fica contente.
LARISSA - Ah, meus Deus… obrigada, Agenor.
AGENOR - Só espere eu preparar o terreno, mas prometo que logo ela saberá.
LARISSA - Sim, Sim, é claro. Eu não sei nem como te agradecer. 
AGENOR - Não precisa. Bom, era só isso.
Anoitece.
CENA 07 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT/ SALA / NOITE.
O telefone toca. Mauro atende.
JORGE - Avisa pra ela me encontrar, agora, no lugar de sempre.
Desliga.
Mauro vai até Martha.
MAURO - Ele tá te esperando, agora, naquela motel.
MARTHA - A essa hora?
MAURO - Vá rápido, antes que esse louco resolve aparecer aqui.
CENA 08 / MOTEL / INT / QUARTO / NOITE.
MARTHA - Sem noção, como você me liga em casa essa hora? Meu marido poderia ter atendido.
JORGE - Pega no braço dela - Foda-se. Eu tô de saco cheio da sua enrolação. Ou você me assume, ou eu vou agora mesmo lá contar toda a verdade a ele.
MARTHA - Eu vou te assumir.
JORGE - Ah é? Quando? Na páscoa, ou no próximo Natal?
MARTHA - Assim que eu consegui alguma grana do trouxa do Gilberto. Tá pensando o que? Eu não vou abandonar um casamento de 30 anos sem levar algum. E você vai tratar de esperar.
JORGE - Não sei se tô com vontade.
MARTHA - Eu não tô com vontade de largar aquele idiota pra passar fome com você.
JORGE - Você sabe que eu te amo, e nunca deixaria te faltar nada.
MARTHA - Como dizia minha avó, amor não enche barriga. Eu preciso tirar alguma grana do Gilberto, você não acha que eu mereço? Não acha que é o mínimo depois de aguentar aquele homem que não dá no couro por 30 anos?
JORGE - Eu tenho pressa Martha, pressa.
MARTHA - Fica calmo, prometo que não vai demorar. Você confia em mim, não é?
JORGE - Confio.
MARTHA - Então… e se você quisesse já teria me entregado. Vai ser muito mais produtivo para nós se eu sair de lá e ainda levar alguns milhões, não acha?
Jorge cai na conversa de Matha.
CENA 09 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / QUARTO DE MARTHA / NOITE.
MAURO - Como foi com o gigolô?
MARTHA - Aquele idiota me veio com um papo meloso, mais dei um jeito de o enganar. Ele acha mesmo que o amo - risos.
MAURO - Mas é muito ingênuo.
MARTHA - O Bruno já convidou a família da indigente para o jantar aqui?
MAURO - Já, e ouvi ele planejando pedi-la em noivado.
MARTHA - Ótimo.
MAURO - Ótimo? Não entendo…
MARTHA - Ótimo, porque com essa garota aqui, eu posso fazer o que planejo, me livrar dela e do Jorge de uma só vez.
Segunda-feira:
Martha recebe a família de Izadora para um Jantar;
Ela arma para que Iza e Jorge tenham alguma ligação.
SEGUNDA-FEIRA - 20:30 DA NOITE - CAPÍTULO INÉDITO DE ILUSÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel