Ilusão - Capítulo 09 - Inédito.


ILUSÃO
CAPÍTULO 09:
ANTERIORMENTE: Jean tenta beijar Thiago, mas ele recua;
Martha arma o plano para incriminar Iza e matar Jorge;
Agenor decide contar a Iza que Larissa voltou.
CENA 01 / CASA DE AGENOR E IZA / INT / SALA / NOITE.
IZADORA - Pai, pra que voltar a falar disso agora? O que a gente combinou?
AGENOR - Não dá mais pra fugir meu amor. Não dá pra fingir pra sempre que nada aconteceu.
IZADORA - Mas o que tem de tão importante sobre essa mulher? Você jurou que seria como se ela estivesse morta - segura nos ombros dele e olha firmemente em seus olhos.
AGENOR - Mas nós sabemos que ela não está. Filha, escuta.
IZADORA - Não pai, por favor, não insiste.
AGENOR - Você não quer nem ao menos olhar pra cara dela, perguntar porque ela te deixou?
IZADORA - Eu já não sei. E de que adianta também... ela tá do outro lado do mundo.
AGENOR - Ela voltou.
Iza fica pasma ao saber que a mãe está tão perto.
AGENOR - Ela voltou pra te ver, pra pedir perdão.
Codina percebe a situação e diz.
CODINA - Eu vou pedir pra ela vir aqui.
Ela caminha até a cozinha e liga para Larissa.
CODINA - O Agenor contou a verdade a ela, vem ela tá te esperando.
Sala.
IZADORA - Pedir perdão? De que adianta? Depois de todos esses anos...
AGENOR - Fala com ela filha, diz tudo isso a ela, isso é uma coisa que você tem que resolver com ela.
IZADORA - Porque você tá defendendo essa mulher, pai?
AGENOR - Eu não tô defendendo ninguém, do tô defendendo o seu direito de conhecer sua mãe. Fala com ela, o que você decidir, tá decidido.


CENA 02 / CASA DE PRAIA DE LARISSA / INT / SALA / NOITE.
LARISSA - Entusiasmada - Não acredito, finalmente vou poder ver minha filha, abraçar ela.
JANDIRA - Que bom minha querida, que bom. Não espere mais, vá, vá, depressa.
CENA 03 / CASA DE AGENOR E IZA / INT / SALA / NOITE.
O carro de Larissa estaciona em frente a casa, Codina percebe.
CODINA - Indo até a porta - Ela chegou.
Iza fica nervosa com a presença da mãe, mas ela não se move. O que seu pai a disse a fez querer saber de Larissa o motivo de tê los deixado.
CODINA - Abre a porta - Fala com ela - sorri.
Larissa entra, ela fica emocionada ao ver Isadora, ela vai ao seu encontro.
LARISSA - Indo abraçar - Minha filha!
IZADORA - Recua - De você eu só quero saber uma coisa, mais nada - olha no olho dela - Porque você sumiu?
LARISSA - Minha querida, eu cometi muitos erros na minha vida e o maior deles eu cometi com você. Eu sei que nada justifica o que eu fiz, mas eu sei que você quer saber a verdade, não é?!
IZADORA -  É o mínimo, não acha?
LARISSA - Quando você nasceu eu era muito jovem, não tinha noção de responsabilidade alguma. Como toda menina, eu tinha meus sonhos e uma gravidez inesperada interrompeu tudo. Eu demorei muito para amadurecer, sabe? Demorei pra perceber o meu erro, eu não quis aceitar que meus sonhos teriam que mudar, que eu já não era a mesma. Eu saí daqui porque tinha medo, medo de como as coisas iriam ser, medo de como eu iria cuidar de você, se seria uma boa mãe. Eu fui embora com uma proposta de viver o sonho americano, uma oportunidade de melhorar de vida, ter tudo o que eu nunca tive.
IZADORA -  Você não pensou em mim?
LARISSA - Eu pensei, mas naquela época eu estava completamente desnorteada, não tinha noção do que era ser mãe. Eu pensava que as coisas iriam dar certo, que logo eu iria voltar.
IZADORA -  Mas ao que parece as coisas deram certo, não é? Porque não voltou?
LARISSA - Por medo, medo de como você iria reagir. Eu venho tentando te dizer isso já meses. Eu ficava aqui em frente tentando criar alguma coragem de ter dizer, ou então que tivéssemos alguma oportunidade.
IZADORA -  E quando nos encontramos na casa da Martha? Porque você não me dizer nada?
LARISSA - Eu quis dizer.
IZADORA -  Ficou com vergonha da sua amiga descobrir que sua filha era a empregada dela?
LARISSA - Não, isso nunca. Eu fiquei nervosa, até derrubei o copo, lembra?
Flashback.
Izadora chega com o suco.
MARTHA - Ah, finalmente os refrescos!
Larissa fica perplexa ao ver sua filha em sua frente. Ao que Iza lhe serve o suco ela derruba o copo no chão o deixando em pedaços.
Fim do flashback.
LARISSA - Filha, eu voltei pra recuperar o tempo perdido, te pedir perdão.
IZADORA - Ninguém recupera 24 anos de uma hora pra outra, eu cresci muito bem sem você, graças ao meu pai que me criou e educou. Nada do que você disser vai mudar isso e sinceramente... eu nem quero. Eu só queria ouvir de você o porque de tudo isso e agora já basta.
LARISSA - Mas filha...
IZADORA -  Já chega, vai embora.
LARISSA - Filha, por favor, me escuta.
Iza vai para seu quarto e se tranca lá.
CODINA - Fica tranquila vai passar, nós sabíamos que ia ser difícil.
AGENOR - Vai pra casa, deixa, logo ela se acalma e vocês conversaram melhor.
LARISSA - Tá, mas qualquer coisa me liguem.
CODINA - Pode deixar.
Amanhece.
CENA 04 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / SALA / DIA.
MARTHA - Chegou tarde ontem, Bruno?
BRUNO - Eu dirigi a noite toda, quando cheguei aqui ja era 1 da manhã.
MARTHA - Oh meu amor, eu te disse para deixar que o Jarbas os levava.
BRUNO - Você sabe né mãe... eu não ia perder a chance de ficar mais uns minutos junto da Iza.
MARTHA - Ah, o amor - risos.
CENA 05 / COLÉGIO OPÇÃO / INT / PÁTIO / DIA.
THIAGO - Indo de encontro a Manu - Fez a sua parte do trabalho?
MANU - Fiz - mostra.
THIAGO - Que golpe baixo, hein.
MANU - Ah Thiago, também não reclama que não foi tão ruim assim.
THIAGO -  Depois a gente vai falar sobre isso.
Jean chega.
JEAN - Tá tudo bem Thiago? Você saiu ontem tão apressado…
THIAGO - Tá, tô bem sim. Bom, eu vou indo.
Ele sai.
MANU - Espera.
JEAN - O que deu nele?
MANU - Já que você tá aqui.
JEAN - O que?
MANU - Ele me contou o que quase aconteceu. Você ia beijar ele ou era só impressão?
JEAN - Nós estávamos conversando, eu pensei que rolou um clima, mas pelo visto ele não ta afim.
MANU - Você tá brincando, ele é doido por você.
JEAN - Como?
MANU - É, ele só fala sobre você.
JEAN - Mas então porque ele foge?
MANU - Vergonha.
JEAN - Tá explicado… Mas e agora? O que eu faço?
MANU - Deixa comigo, vou juntar vocês dois.
CENA 06 / CASA DE PRAIA DE LARISSA / INT / SALA / DIA.
LARISSA - Essa noite eu nem preguei o olho, fiquei pensando.
JANDIRA - Fique calma, você sabia que seria assim.
LARISSA - Agora que minha filha sabe que eu tô aqui é um peso a menos nos meus ombros, mas essa incerteza é que me mata.
JANDIRA - Calma meu bem, o tempo é senhor da razão.
CENA 07 / APARTAMENTO DA FAMÍLIA FERRAZ / INT / QUARTO DE MARTHA / DIA.
Martha liga para o Comandante.
MARTHA - Ao telefone - O idiota eu já dei um jeito de estar aí. O problema agora é a garota, ela vai dar um pouco mais de trabalho.
Mauro interrompe.
MAURO - Marque um encontro entre ela e Bruno lá.
MARTHA - Ao telefone - Eu já tenho algo em mente, logo nos falamos.
Desliga
MARTHA - Me arruma o número da desaplaudida, o resto deixa comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

close

menu cel